27/01/2016

Mediunidade


Vamos refletir um pouco sobre esse tema mediunidade , hoje  já tenho uma visão mais clara sobre mediunidade, porem ainda tenho muito que aprender sobre esse assunto, vou compartilhar com quem tiver paciência de ler a minha experiencia mediúnica, talvez seja útil para alguém que esteja passando por situação semelhante. .
Foi um fato muito angustiante na minha vida desde criança.
Muitas vezes chorei sem entender porque estava chorando, senti angustia sem ter motivo algum para isso, tive sonhos nítidos e perturbadores de vários locais e pessoas que eu nunca vi pessoalmente na minha vida,mas era tão real que me confundia, sentia dores ao me aproximar de pessoas sofrendo dores físicas, enorme emoção me tomava ao me aproximar de pessoas que não tinha ligação emocional nenhuma.tonturas desmaios,  mal estar ao permanecer em locais  superlotados, ruido e chiados no ouvido, longos dialogo mentais, Via pessoas que conversavam comigo depois desapareciam.
Ao me aproximar de algumas pessoas conseguia ver focos coloridos em torno da pessoa, sentia angustia que elas estavam sentindo, iam embora porem eu ficava mal.
Irritação sem saber o porque, Via pessoas falecidas em sofrimento, alguns sangrando com feridas abertas, outros enforcados falando comigo, outro esbravejando e vomitando.
Conversava com as pessoas elas desatavam a conversar comigo e parecia que fazia uma leitura do que estava ocorrendo com elas, tinha consciência do porque delas estarem assim parecia que alguém me informava sem falar nada eu já sabia do histórico delas, porem eram sintomas diferentes eu não conseguia assimilar, muitas vezes no meu intimo, perguntava se não estava enlouquecendo, li e busquei inúmeras informação  sobre o assunto,porem naquela época não havia google com um mar de informações através de um click,  mesmo sendo criada em religião espiritualista, não associava isso a mediunidade  e sim a pertubação emocional,não entendia o porque de ter consciência de tudo isso eu não conseguia controlar, chorava sem querer chorar, me emocionava sem querer me emocionar sentia que aquelas vibrações não eram minhas e sim do ambiente porem não tinha controle sobre elas., Estudava e lia  muito, minha religião não encontrava a solução para os meus problemas,não tinha condições econômicas para ter acesso a atendimento médico para procurar psicologo e psiquiatra, busquei respostas na prece, sozinha  tentava me controlar, desenvolvi uma fé muito intensa, porque na prece eu conseguia me manter equilibrada, percebi que me manter conectada com Deus me mantinha equilibrada, meu pai me orientava a não comentar com as pessoas o que eu via  e sentia para não causar preocupação para ninguém, ele era um homem sábio e me ensinou a orar e acreditar que Deus tinha domínio sobre tudo; naquela época nem se ouvia falar em psicologo, psicologo e psiquiatra era para quem realmente surtava..e internava nos manicônios.
Porem a vida financeira da família ia mal e tive que ir trabalhar enfrentar a vida já tinha 17 anos e minha família precisava de ajuda, comecei trabalhar, o tempo foi passando,, namorei, casei, me afastei da religião, mantive a fé.e por estar muito ocupada evolvida na luta do dia a dia perdi toda sensibilidade, foquei na minha vida, e na construção do meu lar, trabalhando no hospital, em alguns raros momentos tinha sonhos, visões porem não perdi o tempo pensando nisso, Em 1992 comecei um tratamento para engravidar porque descobri que tinha problemas nessa área e dificilmente teria filhos, e para completar o quadro,  meu pai faleceu com 53 anos e como não tinha tido nenhuma perda significativa na minha vida,surtei entrei em profunda tristeza porem não perdi a fé, mas não conseguia entender a morte do meu pai, apesar de ter previsto isso lendo uma semana antes da morte dele,  lendo  taro para minha mãe, sempre me dei muito bem com previsões e minha mãe sempre que ia me visitar me pedia para ler a sorte para ela., ao tirar as cartas para ela deu um imperador, a carta da morte, a torre e a roda da fortuna, tinha também um valete de espadas, porem ao ler disse para ela que meu irmão corria risco de morte, ele é policial e sempre nos preocupamos com ele, meu pai que havia me ensinado consultar taro veio até a porta olhou as cartas e disse, não se preocupe não é com seu filho não , mudou de assunto 7 dias depois meu pai faleceu de pancreatite aguda e hemorragia interna, morreu deixando a  família e principalmente euzinha aqui , sem chão, afinal ele era um pai presente, que mantinha todos sobre controle, ele era a força da nossa família, o alicerce.
Por não me conformar com a situação sofri muito e uma amiga me deu o livro Nosso Lar, me encantei com o livro e li os livros básicos da doutrina espirita e vários livros psicografados pelo médium Francisco Cândido Xavier, nessas obras encontrei respostas para muitos questionamentos meus.Não fui em nenhum Centro espirita, aprendi muito, porem não queria me envolver com religião,mas encontrei consolo nas informações obtidas nas obras do chico, engravidei cuidei do meu filho com muito alegria, dois anos depois iniciei tratamento para engravidar novamente meu segundo filho nasceu mesmo sem fazer ultrason eu sabia que era menino. Meu segundo nasceu lindo saudável ele estava com 1 ano e seis meses, minha avó faleceu com câncer, foi um processo triste porem devido o sofrimento dela, não me abalou. Passei a não dormir direito e a  ter visões, a ter tristeza, angustias novamente, tinha  serias crises de tristeza vontade de morrer, saia do corpo de forma consciente tinha pesadelos, e os meus amigos espirituais voltaram, entrei numa crise tão grande que meu marido ligou para uma vizinha da minha cunhada que sempre conversava comigo sobre o espiritismo ela orientou ele a me levar no Centro espirita, meu marido que até hoje tem dificuldade com lágrimas praticamente me despejou na porta do centro espirita com duas crianças num sábado a tarde, ele que é ateu. Não havia atendimento  apenas evangelização infantil, como eu estava com as crianças e em crise de choro  os trabalhadores da casa pegaram meus filhos e levaram para brincar, enquanto um senhor me conduziu para o passe, me orientaram a voltar na segunda feira a noite para inciar um tratamento e que era para continuar vindo nos sábados para que as crianças participarem da evangelização infantil, eu ficaria na reunião com os pais, onde tinha palestra sobre amor exigente, ai começou minha jornada espirita, fiz tratamento de um ano e meio paralelo a isso fiz curso básico, escola espirita , curso de médiuns iniciei minha reforma intima,criei meus filhos nos ensinamentos do amor exigente hoje  são dois lindos rapazes cursando engenharia, Eu com 52 anos de vida, há 22 anos na doutrina espirita efetivamente no  trabalho espirita na sexta trabalho no passe do atendimento público,  e no trabalho mediúnico nas terças feiras, cada dia que passa meu coração se enche de gratidão a Deus por toda informação e esclarecimento que recebo semanalmente  na doutrina espirita  equilíbrio e saúde mental e espiritual, sei  que tenho muito ainda que desenvolver e aprender, mas eu já tenho paz de espirito se comparado a minha juventude, quanto sofrimento por não ter informação e esclarecimento. 
Se você sofre com algum tipo de sintoma semelhante, eu te oriento  a estudar a mediunidade, procurar um bom psicologo, sendo necessário  um psiquiatra para verificar sua saúde mental, paralelo a isso busque também entender a mediunidade porque é possível você encontrar o equilíbrio, a prece e passe vão te ajudar a superar todas suas angustias,  mas não deixe de procurar bons profissionais, temos  profissionais que conseguem diagnosticar se você tem mediunidade obsessão Código internacional de doenças classifica no CID 10 item F 44 3 Interferência espiritual obsessão como causa de doenças e isso não é motivo de você tomar tarja preta pelo resto de sua vida, é possível sim obter o bem estar mental e  espiritual,  portanto caro leitor que resolveu ler esse  relato  até o final, a minha gratidão e a seguinte afirmação para obter  equilíbrio  espiritual e se livrar de pertubações,  a informação é o remédio eficaz, conhecer a si mesmo é o caminho, procure ler, se informar  sobre a mediunidade através das obras de Alan Kardec O Livros dos Espíritos, o Livro dos Médiuns ,o Evangelho Segundo Espiritismo, a informação liberta, eu sou exemplo. Boa jornada para você 

meus videos

Loading...